sábado, 18 de abril de 2015

Café reduz o risco de câncer no fígado, revela estudo

Um estudo realizado por cientistas do instituto britânico World Cancer Research Fund International (WCRF) revelou que os homens que consomem pelo menos uma xícara de café por dia são menos propensos a desenvolver câncer no fígado. Os dados mostraram que em 21% dos casos a doença não foi desenvolvida, em comparação com os homens que não tomam a bebida diariamente.

Segundo os pesquisadores, nas mulheres o hábito de beber café não foi fortemente associado com uma diminuição do risco de câncer. Mas os cientistas afirmam que existe uma forte evidência que liga o consumo de café com um menor risco de tumor de fígado.

café
Uma xícara de café por dia ajuda na prevenção do câncer no fígado. Foto: Shutterstock

Dados mundiais sobre o câncer no fígado


A pesquisa é parte de um “Projeto de atualização contínua”, desenvolvido pelo WCRF. Os dados publicados neste mês fazem parte de uma atualização de um estudo anterior que saiu em junho de 2014. De acordo com o último relatório, divulgado em 2012, o câncer de fígado é a segunda forma mais comum de câncer e é responsável pela morte de cerca de 746 mil pessoas em todo o mundo. Os números mostram que os casos de câncer de fígado estão aumentando.

As últimas estatísticas revelam que cerca de 626.162 pacientes foram diagnosticados com uma forma de câncer no fígado, mas este número aumentou em 2012 e chegou a 782.451. Especialistas acreditam que até 2035 o número de pessoas com câncer de fígado irá aumentar em 70%, quando haverá mais de 1.341.344 casos de câncer de fígado no mundo.

Os pesquisadores basearam o recente relatório sobre 34 estudos que envolveram mais de 8 milhões de pessoas e cerca de 24.600 pacientes diagnosticados com câncer de fígado. Os cientistas constataram que certos compostos encontrados no café podem fortalecer o sistema imunológico .

Isto acontece devido ao fato dos compostos contidos no café induzirem o sistema de defesa endógeno. Os pesquisadores também descobriram que as substâncias contidas no café têm a capacidade de reaparar o DNA e também podem exercer um efeito quimiopreventivo. O novo estudo mostra que o café pode ajudar a reduzir os danos no DNA das células do sangue.

figado
Fique atento aos sintomas e procure um especialista. Foto: Shutterstock.

Sintomas


É importante verificar as alterações da hipercalcemia (aumento do cálcio no sangue),hipoglicemia (diminuição do açúcar no sangue), ginecomastia (aumento da mama em homens), eritrocitose (aumento dos glóbulos vermelhos do sangue) e os altos níveis de colesterol. Além desses aspectos, você deve observar os seguintes sintomas:

– dor abdominal
– massa abdominal
– perda de peso inexplicada
– perda de apetite
– mal-estar
– icterícia (tonalidade amarelada na pele e nos olhos)
– ascite (acúmulo de líquido no abdômen).

Diagnóstico


De acordo com informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o que chama muita atenção no diagnóstico do câncer no fígado é o pequeno tempo de evolução. Segundo especilistas, o paciente apresenta uma doença geralmente muito avançada ao diagnóstico com um tempo de evolução dos sintomas muito curto. O tempo que o tumor leva para duplicar o volume de “massa tumoral” é muito curto em comparação com outros tipos de cânceres.

Cláudia Giúza Mercier

Nenhum comentário:

Postar um comentário